Luto por Santa Maria

Olá gente!
Não faria um post hoje, mas vim falar dessa tragédia que abalou o mundo!
O que aconteceu e como aconteceu todos já sabem, vim deixar minha solidariedade e sentimentos as famílias e amigos das vítimas.
Ainda não sou mãe, mas não consigo imaginar se suportaria entrar em um ginásio com 200 corpos pra reconhecer um filho. Nem sou bombeiro, mas admiro a força deles de realizar um bom trabalho em meio a tantos corpos. Imaginem 200 corpos com muitos celulares tocando no bolso das vítimas. Agora você entende quando seus pais te ligam no meio da noite e ficam bravos se não atende? Passe a atendê-los, caso tenha barulho mande mensagem pra dizer que está bem. Imaginem a aflição dessas famílias.



Pode ser que não conheçamos alguma vítima, mas nossa energia está lá. Junto com um monte de jovens que festejavam o início de mais um ano de estudo. Perdemos um pouco de nós mesmos, um pouco do que nós somos! Jamais iremos à uma festa novamente sem perceber onde ficam as saídas de emergência e detalhes que antes não faziam a diferença. 

Hoje nosso Rio Grande acordou mais triste!

É difícil tomarmos uma posição, mediante à tantas informações que não param de chegar.

Negligência? Sim, com certeza! Dos proprietários, das autoridades, dos seguranças, da banda.. enfim, uma série de falhas.
Tudo que aconteceu foi grave, muito grave.. levou a vida de mais de 230 jovens. Mas, quem somos nós pra julgar? Você realmente pensa que aquelas pessoas saíram de casa na noite de ontem pensando “Hoje vou matar 230 pessoas”?
Não tiro a culpa e a responsabilidade de nenhuma delas. Mas você se colocou no lugar de alguma delas?
O ambiente não tinha alvará, mas já estava vistoriado e aprovado. Erro de quem vistoriou e “não percebeu” e erro de quem manteve o estabelecimento aberto sem a autorização.
Seguranças barraram a saída, uma moça que estava na boate deu entrevista pra globo dizendo: “Os seguranças pensaram que fosse uma briga e seguraram a saída, quando começaram a gritar Fogo! eles liberaram, como a saída era em um ambiente separado, eles não viram o que estava acontecendo“. Eu mesma vi a reportagem dizendo “no meio de chamas e fumaça, os seguranças barraram a saída das pessoas” fiquei indignada com os “malditos” seguranças, depois que vi a reportagem completa, entendi. Qual é mesmo o papel de um segurança? Eles só estavam fazendo o trabalho deles! Ou se o estabelecimento fosse seu, você gostaria que os seguranças deixassem todos saírem com qualquer tumulto? Quem sai pra noite (ao menos na minha cidade) sabe que há muitos tumultos, brigas, bêbados passando mal. Enfim, tumultos que ocorrem na noite.

Mas agora, seguranças, donos, banda, produtores, até frequentadores e mais sei lá quem permitirem show com fogos dentro de um ambiente fechado? Isso é inadmissível!

Penso nas minhas preocupações, se no réveillon na beira da praia, sem teto, sem paredes, sem fios elétricos procuramos soltar os fogos LONGE de todos pra que ninguém corresse risco, acenter sinalizadores dentro de um ambiente fechado?
HEY! PERA AÍ! TEM ALGO DE ERRADO!

Eu realmente penso que os responsáveis TEM que pagar pelos seus erros, não há dúvidas disso. Mas penso que deixemos a justiça decidir! 
Quem somos nós pra julgar alguém mediante a tanto sensacionalismo? Desejar a infelicidade, a morte, que seja queimado ou asfixiado de quem nem conhecemos?
Eu não sou Deus, e você?
Certamente as pessoas presentes jamais se esquecerão, mas vocês acham mesmo que os responsáveis conseguirão dormir tranquilos nos próximos tempos?

Não estou “tirando” a culpa de ninguém, e nem quero isso, quero que cada um pague pelos seus erros. Mas só acho que tantos comentários maldosos em todas as redes poderiam ser evitados. Ao menos em respeito aos familiares das vítimas dessa tragédia.

Agora, o que Santa Maria precisa COM CERTEZA não são pessoas para julgar, eles precisam de ajuda, doações muitas orações. Menos julgamento e mais solidariedade.

Gostaria também de deixar um desabafo. No início da minha adolescência meus amigos iam nas festas da escola, essas escolhas de rainha e gatão, minha mãe nunca deixava por medo de que pegasse fogo. Era muita gente fumando e muito papel picado nas torcidas. Uma vez, ela falou isso na frente de alguns amigos e aquilo virou piada. Agora me digam… Ainda acham que é piada?

Nunca fui muito fã do trabalho do Carpinejar, na verdade nunca simpatizei com ele. Mas hoje, depois da publicação dele mudei minha concepção.
Termino esse post, com o texto de hoje!
Boa Noite e Boa semana!

Cristielen Pianegonda

“Morri em Santa Maria hoje. Quem não morreu? Morri na Rua dos Andradas, 1925. Numa ladeira encrespada de fumaça. A fumaça nunca foi tão negra no Rio Grande do Sul. Nunca uma nuvem foi tão nefasta. Nem as tempestades mais mórbidas e elétricas desejam sua companhia. Seguirá sozinha, avulsa, página arrancada de um mapa.

A fumaça corrompeu o céu para sempre. O azul é cinza, anoitecemos em 27 de janeiro de 2013. As chamas se acalmaram às 5h30, mas a morte nunca mais será controlada. Morri porque tenho uma filha adolescente que demora a voltar para casa.

Morri porque já entrei em uma boate pensando como sairia dali em caso de incêndio. Morri porque prefiro ficar perto do palco para ouvir melhor a banda. Morri porque já confundi a porta de banheiro com a de emergência. Morri porque jamais o fogo pede desculpas quando passa.

Morri porque já fui de algum jeito todos que morreram. Morri sufocado de tanta morte; como acordar de novo? O prédio não aterrissou da manhã, como um avião desgovernado na pista. A saída era uma só e o medo vinha de todos os lados.

Os adolescentes não vão acordar na hora do almoço. Não vão se lembrar de nada. Ou entender como se distanciaram de repente do futuro. Mais de duzentos e cinquenta jovens sem o último beijo da mãe, do pai, dos irmãos.

Os telefones ainda tocam no peito das vítimas estendidas no Ginásio Municipal. As famílias ainda procuram suas crianças. As crianças universitárias estão eternamente no silencioso. Ninguém tem coragem de atender e avisar o que aconteceu.

As palavras perderam o sentido.”
(Fabrício Carpinejar)


Anúncios
por arteecharme Publicado em luto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s